Antônio Cândido traça um olhar sobre “Manipulação internacional na Amazônia"


O poeta, romancista e historiador Antônio Cândido da Silva, graduado pela Universidade Federal de Rondônia, defendeu, no último dia 16, no campus da Unir de Porto Velho, auditório de Libras, sua Dissertação no Mestrado em História e Estudos Culturais. Seu trabalho, intitulado “Manipulação internacional na Amazônia: um viés político-cultural aplicado sobre fotografias de Dana Bernard Merril na Madeira-Mamoré”, torna-se a primeira pesquisa com esse tipo de abordagem, avaliando a postura do trabalho do conceituado fotógrafo de Percival Farquhar. Este último, um dos empreendedores e construtores da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

A banca examinadora, formada pela professora Patrícia Carneiro (presidente), professor Dante Ribeiro (membro externo), professor Júlio Rocha (membro interno) e professor Leno Danner (membro suplente), concluiu os trabalhos aprovando o título de mestre para Antônio Cândido. Acadêmicos, amigos e familiares assistiram à defesa. "Esse trabalho levanta uma discussão interessante sobre o uso da mídia no início do século para a divulgação do empreendimento de Farquhar na Madeira-Mamoré. Esse tipo de abordagem eu ainda não havia encontrado e é muito atual", comenta o professor Dante Ribeiro.

Posts Em Destaque