Habilitação marca nova etapa na gestão coletiva dos direitos autorais

O momento é de celebração de uma nova etapa na gestão coletiva dos direitos autorais, avaliaram representantes do segmento musical que receberam habilitação do Ministério da Cultura (MinC) no último dia 30, terça-feira. "Há 40 anos participo da luta pelos direitos autorais. Há 40 anos venho a Brasília pedir alguma coisa e volto com o coração apertado. A habilitação é uma conquista, e desta vez volto para o Rio com o coração leve e em estado de graça", disse Zezé Motta, diretora de Arrecadação da Sociedade Brasileira de Administração e Proteção de Direitos Intelectuais (Socinpro).

Diretor da Associação Brasileira de Música e Arte (Abramus), Danilo Caymmi disse que a habilitação representa novas perspectivas para os compositores e o começo de uma relação de cooperação com o MinC. "É um passo importante. O Ministério está mais aberto e nos dá uma perspectiva muito boa. É importante lembrar que, atrás de uma música, existe uma família, existe o compositor e esses autores têm que receber seus direitos", argumentou.

A superintendente-executiva do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), Glória Braga, disse que a habilitação respalda as atividades desenvolvidas pelas entidades. "Este momento formaliza um relacionamento de anos entre o Ecad, as associações e o Ministério da Cultura. Também marca o trabalho desenvolvido até agora. Estamos felizes", afirmou. Para Glória, a atuação do setor gera desenvolvimento e coloca a cultura para a frente.

Segundo o presidente da Associação de Músicos Arranjadores e Regentes (Amar), Marcus Vinícius Andrade, a habilitação é um ato que simboliza a aproximação entre o Ministério e a sociedade. "Agora teremos mais tranquilidade para trabalhar. Precisávamos deste gesto de paz", afirmou.

Para o diretor da União Brasileira de Compositores (UBC), Antônio Cicero, a habilitação inaugura uma nova e importante etapa na gestão coletiva dos direitos autorais. "É motivo de grande felicidade para nós da UBC", disse.

Leia mais sobre direitos autorais

Posts Em Destaque